Minta que me Ama - Maria Duffy

12/12/2014



O inverno é a estação mais aconchegante do ano, mas Jenny Breslin não se sente nada confortável. Tudo na sua vida a total ausência de romance, o emprego chatíssimo no banco foi tocado pela mágica das festas de fim de ano. A simples ideia de passar por mais um Natal com a sua mãe extravagante e Harry, o novo namorado dela, a enche de pavor. Mas isso é na vida real... No Twitter, as coisas não poderiam estar mais interessantes. Nele, Jenny tem uma carreira em ascensão, uma vida amorosa sensacional e uma agenda superconcorrida. Então, em uma noite de bebedeira, Jenny está tuitando com suas amigas Zahra, Fiona e Kerry. E de repente ela as convida para passar alguns dias em sua casa em Dublin. À medida que a sua vida virtual entra em rota de colisão com a sua verdadeira rotina, Jenny não sabe para onde correr. Tudo parece contribuir para mostrar que a existência das suas companheiras de Twitter é um milhão de vezes mais interessante do que a sua. O fim de semana chega, e segredos são compartilhados. Jenny começa a perceber que, enquanto ela sonhava, as coisas acontecem bem depressa. Será que é muito tarde para que ela volte a assumir o controle da sua própria e verdadeira vida?

****


Olá pessoal! Vou falar hoje de um dos lançamentos da Novo Conceito em Dezembro, o " Minta que me ama". Não é à toa que a editora lançou nesse mês, já que o tema é todo natalino. Jenny é uma moradora de Dublin, que tem um emprego que não gosta, uma chefe terrível, mas que afinal, consegue pagar suas contas. Outro problema que Jenny tem de lidar é sua excêntrica mãe: uma senhora de um pouco mais de idade, porém, que age como uma adolescente, (inclusive no seu jeito de vestir). 

Jenny não gosta da vida monótona e simples que leva, mas há um lugar em que ela pode ser quem ela é, ou melhor, inventar alguém que ela gostaria de ser. Esse lugar é o Twitter. Twittando, ela conhece três amigas que parecem ser muito legais. Porém, na impulsividade, Jenny acaba convidando a todas para virem passar o natal com ela na Irlanda, e para a surpresa, não é que elas aceitam? 
Agora, a jovem terá muitos problemas: como controlar a excentricidade da mãe? Como arrumar a casa - e a vida - para parecer que ela estava falando a verdade no Twitter?

http://goo.gl/MMtAW1

E no desenrolar dessa história, a protagonista é levada a algumas reflexões, e o que ela descobre é que ela é a mais verdadeira de todas as pessoas com quem esteve falando, uma vez que as amigas se apresentam bem diferentes na vida real do que na vida virtual. Alguém aí já teve um caso desses, de conhecer uma pessoa do meio virtual pessoalmente e ver que ela é bem diferente? Acho que cabe bastante a reflexão para nos anternarmos nessa época de redes sociais, de pensarmos nas nossas amizades e nas pessoas em quem confiamos. Em si, o livro trata bastante sobre as relações humanas, o que me deixou bastante emocionada em vários momentos. 

Maria nos trouxe uma história primorosamente divertida, e apesar de o natal apresentado na trama ser diferente dos que nós conhecemos (sem neve), consegui sentir o ar gélido e os encantos que o inverno traz para essa data. Achei muito fofo o jeito que a narrativa é conduzida quando se trata do natal, principalmente por que eu sou uma apaixonada pelo natal!

Sou a Fabi.... blogueira, escritora e eterna sonhadora!

Que tal conferir também...

11 comentários

  1. Oi Fabi, estava muito curiosa em relação a este livro, e torcendo para ler logo uma resenha dele. Eis que surge você me tirando um pouco da curiosidade e me deixando com mais vontade de ler.
    Bjs, Rose

    ResponderExcluir
  2. Bela capa! Bem organizada, com bom padrão... E um tema bem atual. Boa pedida!
    Ricardo Brandes

    ResponderExcluir
  3. Olá Fabi,também sou apaixonada pelo Natal.E aadoraria conhecer essa história.
    Fiquei curiosa em descobrir quem são as verdadeiras " amigas" virtuais de Jenny.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  4. Acho que é um livro leve e uma boa pedida pra ler nesse clima Natalino, mas não fiquei tão curiosa ou tão interessada pra ler. De fato é bom pra pensar nas nossas relações pessoais, principalmente as que mantemos virtualmente.

    ResponderExcluir
  5. Apesar de ser "rato de redes sociais virtuais", nunca marquei encontros com pessoas as quais conheci virtualmente. Acho que sou um dos poucos que não mente no mundo virtual. Eu omito muito, mas mentir, nunca. Acho que a autora mandou bem ao abordar essa temática. Fiquei bem curioso pra ler.

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
  6. Oi. A Novo Conceito foi bem esperta em lançar esse livro na época Natalina, pois acaba sendo uma boa para presentes. ;)
    A premissa do livro é bem interessante e acho que vou gostar de ler quando recebe-lo em Janeiro da editora.

    Beijos.
    Blog Cantar Em Verso

    ResponderExcluir
  7. Eu adoro a autora do livro, e queria muito ter lido em dezembro, mas acabou passando e eu não consegui comprar :(
    Mas mesmo assim leio logo rs,
    eu gosto de romance, mas este livro mesmo não tendo este foco parece ser muito fofo e cativar seus leitores.
    beijos.

    ResponderExcluir
  8. Oi.
    Adorei a temática desse livro, estou muito interessada, preciso adquirir logo! Me identifico com essas reflexões haha.
    Apesar do rosto na capa, gostei das cores. Parabéns pela resenha!
    Beijo
    Choque Literário

    ResponderExcluir
  9. Vi que a protagonista se preocupa muito com a vida que leva na internet. Ao se deparar com o contato físico, fica meia tensa. Conheço pessoas assim, que levam a melhor vida na internet, mas a vida real... é um horror. Mas tanto faz, não tenho de dar opinião nisso. Tinha uma colega, que na internet era chata pra caramba, já na real, ela falava e ria demais... vai saber!
    Enfim. por ser natalino, quero conhecer, a capa é super meiga.
    Abraços Fabi,
    ThayQ.

    ResponderExcluir
  10. Porque temos essa mania de sentimo-nos inferiores aos outros? Esse negócio de querer inventar e enfeitar o pavão pra parecer mais interessante nunca dá certo. Pois em certo momento os outros descobrem. Adorei conhecer a história e a personagem. Vou ver se consigo este pra ler.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  11. Não li o livro ainda, mas só ouvi coisas boas a respeito dele. A capa está super meiga e por conta da temática, acho que está super envolvente. Ainda mais por conta da reflexão que a história proporciona.
    Beijos.

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita, dê sua opinião, participe e volte sempre =^.^=

*** Comentários serão respondidos por aqui mesmo, através de comentário.

Acompanhe por E-mail

Facebook

Editoras Parceiras