As Batidas Perdidas do Coração – Bianca Briones

08/10/2015

As-Batidas-Perdidas-do-CoraçãoViviane acaba de perder o pai. Com a mãe em depressão, ela se vê obrigada a assumir o controle da casa com o irmão mais novo. Rafael teve o pai assassinado há alguns anos e agora viu quatro pessoas de sua família, incluindo a única irmã, morrerem em um acidente de carro.
Viviane pertence a uma classe social que ele despreza. Rafael é tudo o que ela sempre ouviu que deveria evitar. Eles são opostos, porém dividem a mesma dor. Jamais se aproximariam se a morte não os colocasse frente a frente, e agora, por mais que saibam que são completamente errados um para o outro, não conseguem evitar uma intensa conexão, que poderá salvá-los ou condená-los para sempre.
As batidas perdidas do coração é uma história sobre perdas e como cada um lida com elas. É o encontro atormentado entre a dor e o amor. Com uma narrativa sexy, envolvente e repleta de música, este livro traz a última tentativa de duas pessoas arruinadas que, juntas, buscam desesperadamente se encontrar.

image

Falar de As Batidas Perdidas do Coração vai ser um pouco difícil para mim. É que o livro me pegou de jeito, bem naquele jeito de demorar para conseguir ler um novo livro depois e te deixar a sensação de que não vou conseguir achar as palavras certas para essa resenha. Mesmo assim, vou tentar...

“Algo que aprendi ao longo desse último mês é que o tempo não é médico, ele é ilusionista. Nós não nos curamos conforme a vida passa, só nos iludimos achando que vai chegar aquele dia em que tudo será mais fácil. Então continuamos à procura do momento em que ficaremos bem, tendo a sensação de que estamos melhorando, quando na verdade só seguimos vivendo.” (pág. 19)

Desde março, quando mediei em Florianópolis um evento de New Adult as meninas disseram que eu precisava ler esse livro. Era aquela coisa de leia logo que você vai amar... Eu que já tinha o livro em casa (ganhei de presente pouco tempo depois do lançamento) estava adiando a leitura. Sempre que me indicam um livro com tanta paixão como me falaram deste eu tenho um certo medo, um receio de ir com expectativas demais e não gostar. Mas não foi o que aconteceu. Eu não só gostei, eu amei o livro e com certeza ele estará em meu Top 5 de melhores leituras do ano.

“Depois de tudo que passei, perdi meus motivos para seguir em frente. E se o motivo cruzou comigo justamente em um dos piores dias da minha vida, vestindo um casaco cor-de-rosa e uma saia curta? E se o motivo for ela?” (pág. 151)

Já era de se esperar que eu me apaixonaria pelo Rafa... E nem demorou muito para isso acontecer. Mas o que mais me surpreendeu foi o que eu senti pela Viviane. Vivi é uma personagem que conquista por sua força, determinação e sua grande coragem. É uma garota apaixonante em muitos sentidos. É uma das primeiras mocinhas que eu torço por ela ser quem é, uma das primeiras vezes em que me pego pensando que gostaria de ter pelo menos um pouquinho da força de uma personagem.

“Eu te amo, Rafa. Amo cada particularidade sua. Amo que você não seja perfeito. Amo que lute para ser um cara melhor, mesmo que isso possa e vá te machucar. E amo que você esteja tão confuso e tão perdido quanto eu nesse amor. É um sentimento tão forte que chega a sufocar, mas encontro em você o ar que preciso para respirar.” (pág. 257)

A narrativa da Bianca é extremamente envolvente e deliciosa. Por mais que você tente (e olha que o Rafa faz algumas escolhas que me fizeram pensar que a Vivi deveria tirar ele da cabeça de uma vez) não tem como não torcer pelo casal. Não tem como não querer que as coisas deem certo, que eles se entendam, que eles se encontrem. E como se isso tudo não fosse o suficiente, as referencias musicais são incríveis. Muitas já estavam na minha lista de preferidas (Hallelujah do Leonard Cohen foi tipo um presente!), outras entraram depois do livro pois não tinham mais como ficar de fora.

“A verdade é esta: não vou fugir. Ele tem seus problemas, eu tenho os meus, e nos encontramos no meio. Ali, naquele mar sem fim que nos aflige, com todas as nossas dores, frustrações e revoltas. Tudo o que queremos é nos sentir vivos outra vez.” (pág. 102)

As Batidas Perdidas do Coração é um New Adult recheado de dramas – daqueles em que sempre que pensamos que agora a coisa vai andar calma, acontece algo para desequilibrar tudo de novo e testar nossos personagens. É uma história de cortar o coração e te deixar sem ar, mas que ao mesmo tempo te acalenta e mostra como o amor pode realmente superar qualquer coisa – mesmo as mais difíceis. Foi um livro arrebatador que me fez lembrar o motivo de eu curtir tanto os NA. E pode ser cedo – já que esse foi o primeiro livro que li – mas a Bianca entrou na minha lista de autoras favoritas. Vivi e Rafa vão seguir comigo por muito tempo – e eu super recomendo que você leia o livro!licavargas

           

            

                     

100_3682Momento Bienal... Foi uma alegria conhecer pessoalmente a Bianca. Eu só deveria ser menos tímida e agradecer direito o presente que o livro foi para mim...

Romântica incurável com um toque de Drama Queen. Sonhadora, teimosa e viciada em livros, afinal, se você não pode cair no mundo, viva através dos personagens! Criadora do blog Amores e Livros, ainda acredita que um dia será paga para ler! Facebook / Twitter / Instagram

Que tal conferir também...

0 comentários

Obrigada pela visita, dê sua opinião, participe e volte sempre =^.^=

*** Comentários serão respondidos por aqui mesmo, através de comentário.

Acompanhe por E-mail

Facebook

Editoras Parceiras