A Garota do Calendário: Maio - Audrey Carlan

06/10/2016

Mia Saunders precisa de dinheiro. Muito dinheiro. Ela tem um ano para pagar o agiota que está ameaçando a vida de seu pai por causa de uma dívida de jogo. Um milhão de dólares, para ser mais exato. A missão de Mia é simples: trabalhar como acompanhante de luxo na empresa de sua tia e pagar mensalmente a dívida. Um mês em uma nova cidade com um homem rico, com quem ela não precisa transar se não quiser? Dinheiro fácil. Parte do plano é manter o seu coração selado e os olhos na recompensa. Ao menos era assim que deveria ser... Em maio, Mia vai trabalhar como modelo no Havaí, onde conhecerá Tai, um dos homens mais impressionantes que ela já viu. Com ele, Mia vai descobrir que o prazer não tem limites — e que ela deve aproveitar absolutamente tudo o que a vida tem a oferecer.


E aqui estou eu com mais um mês de A Garota do Calendário. Maio é hora de fazer as malas e partir para o Havaí, onde Mia irá trabalhar como modelo de uma coleção de roupas de praia. Nesse mês o contrato não conta com a comissão extra já que eles querem ela somente para as fotos da coleção. O que não quer dizer que a Mia não vai se divertir...

Antes de partir para o Havaí, Mia faz uma parada em Las Vegas para rever sua irmã e sua melhor amiga. Essa parte, me deixou em uma pequena contradição com o livro. Ao mesmo tempo que curti ver ela na 'vida normal', acho que ela estava meio que irritante nesse começo. A história do Wes se divertindo ainda parece uma pedra no sapato - mesmo que ela tenha feito exatamente o mesmo uma semana depois de ficar toda revoltada com ele...

"Mas, sério, pensa bem. O Wes deveria esperar que eu resolvesse a minha vida e me divertisse com quantos caras eu quisesse, enquanto ficava sentado esperando por mim?" (pág. 16)

Mia tem se tornado uma personagem com quem eu adoro me irritar. Quer dizer, ela tem algumas atitudes que realmente me irritam - como concordar que o Wes não tem que ficar esperando sentado por ela mas ao mesmo tempo se irritar com isso. No caso desse livro foi sua atitude no modo irmã-super-protetora-e-ciumenta com a Maddy. Mesmo assim, eu a entendo. Dá para entender o motivo de ela ter as atitudes que tem e isso faz com que seja algo que, embora me irrite não chega a me incomodar realmente.

Por outro lado, temos a narrativa super envolvente e gostosa de acompanhar da Audrey. Mesmo sendo um pouquinho previsível de uma forma geral, ainda consigo me surpreender durante a leitura e gostar de estar acompanhando a jornada da Mia. Ainda mais em um cenário lindo, que dá a maior vontade de conhecer. Viajar para o Havaí pela narrativa da Audrey me deu a maior vontade de ir para a praia e passar um tempo no sol, mesmo não curtindo calor e nada do tipo. E olha que eu nem estou falando do samoano que consegue ser impressionante ao ponto de fazer você esquecer todo o cenário.

" - Você não pode ser real - sussurrei em seus lábios molhados. - Os homens não são altruístas assim.
- Ah, querida, estou longe de ser altruísta e quero te mostrar que, quando quero algo, eu pego. Como vou fazer com o seu corpo.

- Sim, por favor." (pág. 56)

Tai é um homem incrível. Além de lindo, todo sexy e super quente, ele tem uma personalidade que qualquer mulher seria muito sortuda em encontrá-lo por aí. É aquele tipo de homem para casar - pois é perfeito em todos os sentidos. O relacionamento entre ele e Mia surge de maneira instantânea - e os dois pegam fogo juntos. Tudo bem que depois de uma noite com um cara desses, qualquer mulher ficaria querendo por mais sexo o tempo inteiro. Mas a Mia anda com um fogo cada vez mais difícil de apagar - e tem alguns momentos em que ela parece que não consegue pensar em nada mais do que sexo.

Eu não tenho problemas com livros eróticos, e se vocês notarem tem muitos deles com resenhas por aqui. Adoro o estilo, mas sempre procuro ver o que cada um está sugerindo o prometendo durante a leitura. Vou me repetir e dizer que a narrativa da Audrey é realmente gostosa de acompanhar, mas ver a Mia reclamando que está necessitada por fazer dois dias que só trabalha e está sem sexo, logo depois ver ela dizendo que nada seria melhor do que ser comida (e sim, nesse livro ela fala exatamente isso) para ainda sentir que está sendo traída pelo Wes? Sim, porque ela passa um mês inteiro sem dar sinal de vida para o surfista só porque o viu em uma revista de fofocas acompanhado. E ela estava o que? Sozinha?

"Você está bastante perdida e em uma grande jornada. Não tenha medo. Vai encontrar muitas alegrias antes de se comprometer com o seu "para sempre"." (pág. 51)

A garota do calendário é uma série que me conquistou e que sim, vou continuar acompanhando a Mia e torcendo para que ela coloque de uma vez alguns ensinamentos na sua cabeça. Como em Abril - que trás o assunto do câncer de mama - foi legal ver uma campanha de roupas de banho com o tema 'amor em todos os tamanhos' onde ela cita que tem modelos que usam entre 48 e 52. Embora a Mia não possa ser chamada de plus size (ela só tem peitos e bunda grande e ela mesma confirma que é a menor entre todas) foi interessante ver o assunto sendo tocado na história. Acho que mesmo a série sendo um romance erótico, talvez se esses outros assuntos fossem abordados de uma forma mais completa, a irritação com a Mia seria bem menor.

Maio nos leva para um paraíso perfeito, que apresenta um pouco de uma cultura diferente do normal e também temos alguns momentos mais família para a Mia. Isso é interessante, mas confesso que o livro não ficou entre os meus preferidos. Embora tenha partes muito legais, e eu tenha ficado completamente apaixonada por Tai (e quem não ficaria com um moreno perfeito ao estilo Dwayne Johnson?), o comportamento da Mia me incomodou um pouco e eu espero que ela esteja um pouco diferente no próximo livro. Afinal, estamos chegando na metade do ano e parece que tudo o que ela aprendeu é para ser usado no quarto. Nada contra, acho importante se encontrar nesse ponto também, mas se empolgar com o próximo cliente - e já pensar em sexo, mesmo que seja com o seu filho bonitão - e depois querer ficar de birra por causa do Wes também estar atrás de sexo já está começando a cansar um pouquinho. Então, que venha Junho e que alguma coisa finalmente entre na cabeça de Mia...

Romântica incurável com um toque de Drama Queen. Sonhadora, teimosa e viciada em livros, afinal, se você não pode cair no mundo, viva através dos personagens! Criadora do blog Amores e Livros, ainda acredita que um dia será paga para ler! Facebook / Twitter / Instagram

Que tal conferir também...

25 comentários

  1. Também não gostei muito do quinto livro (basicamente trata só da parte sexual), mas sempre existe um livro mais fraco em séries, ainda mais em uma com doze livros. O fato de o livro ser curto, e poder ser lido rapidamente compensam os aspectos negativos do enredo. Ansiosa para a conclusão desta série.

    ResponderExcluir
  2. Olá
    Maio foi um mês muito legal né?! Acredito que a autora está se superando a cada volume e estou ansiosa pelos outros.. claro, adorei poder conferir suas impressões a respeito desse livro. A cultura é mesmo diferente, entre outros aspectos. Vale muito a pena!
    Beijos, Fer
    www.segredosemlivros.com

    ResponderExcluir
  3. Olá!
    Estou muito curiosa para ler essa série, parece ser uma trama bem envolvente e diferente das outras. É uma série extensa mas por abordar diversos temas importantes, darei uma chance a ela e colocarei na lista de desejados. Adorei sua opinião sobre a obra.
    Beijos, Lari.
    Segredosdeumacerejeira.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. oie, o livro a garota do calendário janeiro, que foi o único que li até agora me irritou justamente por esse motivo, mia só quer saber de sexo e mesmo que seja um livro herotico me irritou sim, porque por ter tão poucas páginas isso poderia ter sido reduzido, mas mesmo assim vou continuar lendo para vero que me espera, mas já matando as expectativas porque parece que em maio a moça continua a mesma.

    ResponderExcluir
  5. Olá...
    Apesar dessa série estar fazendo muito sucesso não tenho interesse em ler, pois, não curto leituras hots e como essa em questão tem o sexo como elemento principal não me agrada muito. Mas, enfim, fico feliz que esteja gostando e espero que supra todas as suas expectativas.
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Oi Lica, sua linda, tudo bem?
    Todos já sabem que não sou o público alvo dessa série. Essa é a primeira resenha que leio do mês de maio e confesso que fiquei bastante irritada, sou muito romãntica, não consigo aceitar o comportamento dela de se dizer apaixonada por um e me desculpe, se envolver com qualquer um em todos os outros livros.
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Também não tenho problema com livros eróticos, mas me irritei em como as coisas aconteceram rápidas entre os dois, achei meio forçado, mas ok. hahaha Estou adorando a série, vou para julho, então relevo algumas coisas. Só espero que ela fique com Wes no final!! hahaha
    beijos
    www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir
  8. Gente,eu conheci essa série assim do nada e tipo já me apaixonei e só comprei até agora os dois primeiros meses,mas quero logo o resto. Pelo que eu li da sua resenha,eu vou amar a do mês de maio(que seria meu mês) e espero que eu goste mesmo. Parabéns,você escreve super bem,amei suas resenhas e algumas outras que já li. :D xD

    ResponderExcluir
  9. Não curto livros eróticos, por isso não me interesso nem um pouco por essa série, mas nunca tinha visto uma resenha contando essas coisas que você contou da Mia e acho que ela ia me enlouquecer. A mulher trabalha como acompanhante, faz sexo com vários clientes (sendo que isso é opcional, e nesse livro ainda faz sexo com um cara que nem cliente é, pelo que entendi, já que o contrato não tem a comissão extra) e quer cobrar fidelidade do cara que foi o primeiro cliente? Ai que preguiça, pelo menos ela em alguns momentos entende que isso não faz sentido... Fora que essa necessidade sem fim dela de sexo também me irritaria.

    ResponderExcluir
  10. Olá, estou curiosa com essa série desde que eu vi as editoras se matando e pagando fortunas pelos direitos autorais dela. Primeiro eu achei um exagero esse fuzuê todo para mais um livro erótico, mas quando começou a ser publicado eu comecei a comprar, só não li ainda porque estou esperando ter os 12 para começar. Sua resenha me deixou ainda mais curiosa. Beijos!

    ResponderExcluir
  11. Olá Lica,
    Gostei muito da sua resenha e, infelizmente, não me sinto tão animada para ler os livros, apesar de ter curiosidade.
    Já li até Março e foi o mês que mais gostei. Não julgo a Mia por escolher ser uma Acompanhante, mas não aceito as escolhas que ela fez ao longo disso sabe? O que mais me anima em relação a esse livro é que o lugar para onde Mia vai é agradável.
    Gostei da sua resenha.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  12. Eu nunca tive vontade de ler livros eróticos, mas esse mês recebi um da editora e decidi ler. Para que? Estou passando várias raivas e olha que ele não é nem tão erótico assim, enfim... Já percebi que não gosto. E com certeza passaria muita raiva com a Mia pelas coisas que você já falou dela... Não é uma série que eu leria, mas acho legal a ideia de cada mês uma nova história.

    ResponderExcluir
  13. Olá, Lica.
    Essa série eu não acompanho, mas tenho lido resenhas dos livros por aí.
    Você não é a primeira que vejo falar da incoerência da personagem principal. Uma coisa que me incomoda é esse vocabulário que é usado.
    Abraços.

    Minhas Impressões

    ResponderExcluir
  14. Olá,
    Achei interessante você estar gostando de se irritar com Mia rsrs
    Fiquei bem curiosa para conferir essa aventura de Mia pelo Havai e também por conhecer mais da personalidade de Tai que você diz ser o desejo de toda mulher encontrar um homem como ele por ai, não só pela personalidade mas também pelas qualidades físicas!
    Ainda não iniciei a leitura da série, mas estou muito ansiosa!

    http://leitoradescontrolada.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Oi Aline.

    Cada resenha que leio da série A Garota do Calendário, minha curiosidade aumenta. Imagine aventurar-se nas terras do Havaí, deve ser maravilhoso. Eu adorei sua resenha e pode ter certeza que vou tentar começar essa série o mais rápido possível.

    Bjos

    ResponderExcluir
  16. Oi!
    Estou acompanhando a série e até gostei desse livro mas não acho que ele tenha sido um dos melhores até agora, pois o foco dele foi quase que totalmente nas relações sexuais da protagonista e isso não me agradou muito. Gostei muito das suas impressões sobre o livro e fiquei curiosa pra ver o que vai achar dos próximos.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  17. Sua resenha só serviu para me dar a certeza que não vou ler essa serie. A protagonista provavelmente ia me irritar além da conta e não estou com saco para essa hipocrisia dela, alias esse é um defeito que me irrita demais em romances. Além disso não sou fã de eróticosu então mais um motivo para eu não querer ler. Espero que Mia aprenda mesmo algo e que o próximo livro seja melhor para você!

    ResponderExcluir
  18. Oie!
    Eu já li esse livro e gostei bastante da história. Inclusive, estou gostando da continuação, mesmo com alguns pontos fracos que tem na história. Tomara que eu continue gostando da história.
    Bjks!
    Histórias sem fim

    ResponderExcluir
  19. Olá! Estou acompanhando a série e gostando bastante! Esse livro de maio foi bem bacana, pois a série aborda diversos temas interessantes, como a questão do câncer de mama, a solidão de modo geral, as modelos fora do tamanho padrão, fora a questão principal: a agiotagem, que levou o pai de Mia a estar como está (e Mia topar ser acompanhante)! Eu também me apaixonei por Tai e achei interessante o modo como a família dele participa de sua vida e, claro, adorei a questão das tatuagens (você verá mais pra frente que isso influencia a próxima história). Também continuarei firme lendo a série.
    Beijos!

    Karla Samira
    http://pacoteliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  20. Olá, Lica! Tenho visto muitas resenhas da série e confesso que, mesmo não sendo o gênero que curto, fiquei curiosa com os livros. No enatnto, venho reparando o que você comentou sobre a personagem, e sinceramente, isso parece ser bem chatinho e cansativo. Mas... Vou esperar pelos próximos...

    Beijos,
    Yohana Sanfer
    http://www.papelpalavracoracao.com.br/

    ResponderExcluir
  21. Eu desisti dessa serie, sei lá acho que ela atingiu o meu limite sabe, eu esperava uma coisa totalmente diferente,semo toque romântico que ela tem, entre outros detalhes, talvez um dia eu volte a dar mais uma chance a serie,mas tenho quase certeza de que isso sera difícil de acontecer...

    ResponderExcluir
  22. Oi, tudo bem?
    Apesar de não ter lido essa série ainda tenho acompanhado as resenhas de cada mês e já me sinto próxima a história. Esse mês em questão a Mia tá bem contraditória, né? Espero que nos próximos ela possa aprender.
    Eu não li essa série ainda por ter muitos livros e ultimamente minha lista tá imensa e com atrasados, então espero ler no próximo ano.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  23. Oi, tudo bem? Tenho acompanhado algumas resenhas sobre essa série, cheguei a pensar em iniciar a leitura, mas estou achando que não vai rolar. Entendo que aparentemente a série vai evoluindo e a personagem também, mas Mia me pareceu muito irritante e já tenho livros para ler ainda com personagens assim e definitivamente não quero mais uma. Já ouvi muitos elogios a escrita da autora, mas mesmo assim acho que não chegarei a ler. Mesmo assim, adorei conferir suas impressões, foi uma resenha bem detalhada, mas sem spoilers. Parabéns e boa sorte com os próximos livros, vamos ver se Mia aprende. Beijos.

    ResponderExcluir
  24. Essa série tem dado muito o que falar. O que tem de resenha sobre ela... Já perdi a conta.
    Mesmo assim, continuo não me interessando.
    Não me leve a mal, gostei da temática diferente. Os livros parecem ser muito bons, o que não faltam por aí é críticas positivas.
    Mas ainda não me sinto interessada em relação à ele.
    Gosto bastante do gênero e só.
    Mesmo assim, toda dica é válida.
    Bjs, Mila

    http://a-viagem-literaria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  25. Olá ! Parece que toda semana encontro uma resenha dessa série em diferentes Blogs , kkkkk ! Provavelmente porque deve ser muito bom para quem gosta desse gênero. Muito interessante que os livros exponham outros temas como câncer de mama , mas como tem muito seco envolvido na história, eu dispenso. Abraços!

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita, dê sua opinião, participe e volte sempre =^.^=

*** Comentários serão respondidos por aqui mesmo, através de comentário.

Acompanhe por E-mail

Facebook

Editoras Parceiras