Os vivos e os mortos - Os últimos Sobreviventes #2 - Susan Beth Pfeffer

03/10/2016

Um meteoro em rota de colisão com a Lua: um evento astronômico previsto com antecedência pelos cientistas. Só que para surpresa de todos, o impacto da colisão é bem maior do que o esperado, e a Lua sai de órbita, aproximando-se da Terra e alterando de modo catastrófico o clima do planeta. À medida que Nova York é devastada e tanto comida quanto ajuda tornam-se escassas, o adolescente porto-riquenho Alex Morales luta para manter suas irmãs, Bri e Julie, de 14 e 12 anos, a salvo. Com os pais desaparecidos, cabe a ele assumir responsabilidades inimagináveis e dar o seu melhor para sobreviver enquanto reza para que o restante de sua família volte com vida para casa.


Eu não fui fisgada pelas distopias recentes que fizeram o maior sucesso no mundo literário. Na verdade, esse não é o meu estilo preferido. Então, qual não foi a surpresa quando decidi ler A vida como ela era e adorei? Claro que eu fiquei querendo - e muito - ler a continuação. Então, como de costume, embarquei na leitura sem ler sinopse ou outros comentários sobre Os Vivos e os Mortos.

Um meteoro entra em rota de colisão com a lua. Esse acontecimento foi previsto com antecedência pelos cientistas, mas eles não imaginavam que o evento tivesse tamanha proporção. O impacto é muito maior do que o esperado e a lua acaba se aproximando da terra. Esse é o segundo livro de Os últimos sobreviventes, e vemos o início do que parece ser o fim do mundo.

" - E que motivo temos para ficarmos felizes? - perguntou Julie. - Não sabemos onde mamãe e papai estão nem o que está acontecendo nem quando as coisas vão voltar ao normal." (pág. 37)

Confesso que eu estranhei um pouquinho voltar a rever a base da história, mas ao mesmo tempo foi muito interessante ver como foram os acontecimentos por um outro ponto de vista. Agora, acompanhamos Alex, um adolescente que tenta manter suas irmãs mais novas a salvo diante de todos os acontecimentos enquanto seus pais estão desaparecidos. Outro ponto mais do que interessante é que agora estamos na cidade de Nova York - uma cidade grande, próxima do mar e com muito mais pessoas do que na cidade de Miranda - o que já deixa a situação muito mais complicada.

Senti falta de me conectar um puco mais com o Alex de antes dos acontecimentos como foi com Miranda. Enquanto no primeiro livro temos um antes e uma preparação para o acontecimento que vira atração na cidade antes do real impacto, aqui começamos já no dia do impacto. E Alex não sabe direito o que aconteceu já que em seu dia a dia isso não foi dado muita importância.

" - Aposto que isso tem alguma coisa a ver com a Lua - disse Brianna.
- Com a Lua? Por quê? - perguntou Alex. - Sei que manchas solares podem causar problemas, mas nunca ouvi falar em manchas lunares.
- Não por causa de manchas lunares - afirmou Brianna. - Disseram que a Lua ia ser atingida hoje à noite por um asteroide ou coisa parecida. Foi uma das minhas professoras quem falou. Ela ia a uma festa do meteoro no Central Park para assistir." (pág. 11)

Embora seja interessante ver a história sobre um outro ponto de vista, senti que algumas coisas poderiam ter sido diferente entre os dois livros. De certa forma, temos muitas repetições e alguns comportamentos praticamente iguais - mesmo estando em duas cidades completamente diferentes tanto de tamanho quanto de cultura (vale lembrar que Miranda mora em uma cidade considerada de interior e Alex está em um grande centro, que é Nova York). Como eu não me incomodo em reler a mesma história por um outro angulo, eu não me incomodei com isso, mas acredito que possa ser algo que não vai conquistar todos os leitores.

Não conheço muito bem os costumes porto-riquenhos, mas senti que ficou um pouco forçado demais alguns comportamentos de Alex como a definição de gêneros - o que homens e mulheres devem fazer, sendo que é um tanto que machista a divisão e, embora em alguns momentos Alex sinta que as irmãs são um fardo, como ele pode não saber como fazer um macarrão? Isso sem entrar na questão do catolicismo meio exagerado. Não no sentido de ser religioso demais, mas no sentido de ter unido muitos esteriótipos em uma só pessoa. Isso fez com que, mesmo a fé sendo minada pelos acontecimentos, não tivesse o impacto que poderia alcançar.

Os Últimos Sobreviventes conta com 4 livros lançados nos EUA.

Os vivos e os mortos não me conquistou completamente, mas a narrativa foi envolvente o bastante para me deixar presa as páginas, querendo continuar a leitura e ainda manter os próximos livros na lista de desejados. Por esse motivo, mesmo tendo levantado alguns pontos negativos na resenha, eu considero que foi uma leitura que gostei muito. Chega a ser angustiante ver o quanto as coisas vão mudando de valor quando o mais importante é a sobrevivencia. Mas, o primeiro segue como meu preferido, e eu espero que o terceiro chegue logo para ver quais serão os próximos acontecimentos.

De alguma forma a narrativa de Susan me envolveu completamente e me faz querer continuar a conhecer as reações e caminhos que os personagens tem para seguir. Acredito que muito pode ser por não ler tantas distopias e por isso ter ficado tão empolgada com Os últimos sobreviventes, ou então é só o fator de pensar que é algo que poderia realmente acontecer sem a gente nem prever corretamente. Pensando nisso, acredito que se torna fácil julgar e criticar as atitudes de alguns personagens quando vemos a história de fora - e eu acho que é isso que mais me prendeu no enredo... Me fazer pensar em como seria imprevisível a nossa reação a um acontecimento tão longe da gente, mas que nos afetaria mais do que podemos imaginar. E que venha o terceiro!!!!



Como prometido, essa postagem é premiada!
Todos os comentários realizados nela concorrem a um exemplar do livro (que foi gentilmente cedido pelo grupo Record). 
Então... Atenção!!!!

  • É necessário ter um endereço de entrega em território nacional e que o comentário seja condizente com a postagem. (comentários genéricos serão desclassificados na hora do sorteio).
  • Vale um comentário por participante, realizados até dia 13/10/2016.
  • O resultado sai aqui nessa postagem em até 3 dias e o vencedor deve entrar em contato com o blog em até 48 horas após o resultado. 
  • A falta de contato irá gerar um novo sorteio.
  • O livro será enviado em até 45 dias pela editora.
Boa Sorte!!!

Resultado:

Foram 8 comentários participantes e entre eles o escolhido pelo Random foi...


Parabéns Maria Alves.
Lembrando que pelas regras, você deve entrar em contato com o blog.
Aguardamos seus dados para envio no email amoreselivros@gmail.com

Obrigada a todos pela participação e comentários =)

Romântica incurável com um toque de Drama Queen. Sonhadora, teimosa e viciada em livros, afinal, se você não pode cair no mundo, viva através dos personagens! Criadora do blog Amores e Livros, ainda acredita que um dia será paga para ler! Facebook / Twitter / Instagram

Que tal conferir também...

10 comentários

  1. Eu não conhecia essa série, mas sua resenha me deixou curiosa. Gostei bastante da premissa, capa linda, dica super anotada!!! E é ótimo os livros poderem ser lidos de forma independente, já que eu ainda não li o primeiro.
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Oiiie Lica. Já tinha lido a resenha de A Vida Como Ela Era e você sabe o quanto eu fiquei interessada pela premissa do livro. É algo diferente do que eu já li, mas ainda não tive a oportunidade de começar o primeiro... :( Gostei de saber que o segundo é sob o ponto de visto diferente. E também estou curiosa para saber como a história se desenrola. Não sabia também que teria o terceiro... Obaaaa. Já tô é vendo, quando for ler os livros vao ser os três de uma vez. Amei a resenha e participando desse sorteio lindo.

    Beijos e sucesso

    ResponderExcluir
  3. Achei incrivel!!!
    Apesar de não conhecer a serie eu me vi lendo toda a coleção,alem de tudo é uma historia totalmente diferente de tantas outras que já li,realmente me impressionou.Apesar de eu ter lido poucos livros assim eu não desisti de ler todos desse gênero enfim quero conhecer mais sobre o livro.
    Até mais!!!

    ResponderExcluir
  4. Bom desda resenha do primeiro livro já estou encantada com essa série (em grande parte por amar distopias)! Mas, pelo que foi descrito também acho que gostaria mais do primeiro livro, mas também não teria nenhum incomodo em conhecer um ponto de vista diferente do primeiro, como é o caso. Ainda não tive a oportunidade (ou seja, tempo) para ler o primeiro, mas como terá três acho que vou esperar todos serem lançados para me aventurar nessa leitura. Uma coisa que logo me ganhou nesses livro é a capa, com destaque para a Lua que eu simplesmente amei e claro o fato deles mudarem o fundo para acompanhar cada cidade ficou lindo! Estou ansiosa para ler, beijos!

    ResponderExcluir
  5. Tenho interesse em ler essa série, gosto de historias que tenham essa luta pela sobrevivência, me faz pensar se realmente acontecesse algo assim o que seria dos poucos que sobraram. Pena que tem alguns fatos que não agradou, as vezes o primeiro volume é tão bom que ficamos ansiosos com o segundo e não agrada muito, mas espero que o terceiro seja melhor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Maria...
      Seu comentário foi o sorteado na promoção :)
      Conforme as regras, aguardo seu e-mail com os dados até dia 21/10 no amoreselivros@gmail.com
      Parabéns.
      Beijinhos,
      Lica

      Excluir
  6. Olá!
    Eu achei bem interessante esse volume, mas o que me incomodou um pouco na resenha e com certeza me incomodaria com essa machismo na descrição dos afazeres de homens e mulheres porto-riquenhos. Mas acho que vale a pena conferir a leitura por mim mesma.
    Beijos.
    http://arsenaldeideiasblog.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  7. Interessante! Me lembrou o Filme Impacto, eu gosto desses tipos de Histórias, mas não tenho costume de lê-las, prefiro deixar para os filmes. Mas fiquei interessada nos acontecimentos decorrentes da lua sair de sua orbita.
    Um Abraço!

    ♥♥♥ Amantes de Jane Austen ♥♥♥ | Amantes de Jane Austen no FB

    ResponderExcluir
  8. Oi Lica,
    Eu até que gosto bastante de algumas distopias, mas não conhecia essa. É legal mesmo ler diferentes versões dos mesmos acontecimentos. A caracterização muito exagerada dos personagens parece que faz tudo perder um pouco a veracidade, né.
    Mas me pareceu ser uma boa leitura.
    Obrigada pela dica!

    ResponderExcluir
  9. Oba ganhei enviando o e-mail.
    Obrigada.

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita, dê sua opinião, participe e volte sempre =^.^=

*** Comentários serão respondidos por aqui mesmo, através de comentário.

Acompanhe por E-mail

Facebook

Editoras Parceiras