A Garota do Calendário: Junho - Audrey Carlan

15/10/2016

Mia Saunders precisa de dinheiro. Muito dinheiro. Ela tem um ano para pagar o agiota que está ameaçando a vida de seu pai por causa de uma dívida de jogo. Um milhão de dólares, para ser mais exato. A missão de Mia é simples: trabalhar como acompanhante de luxo na empresa de sua tia e pagar mensalmente a dívida. Um mês em uma nova cidade com um homem rico, com quem ela não precisa transar se não quiser? Dinheiro fácil. Parte do plano é manter o seu coração selado e os olhos na recompensa. Ao menos era assim que deveria ser... Mia vai passar o mês de junho em Washington com Warren, um coroa rico que precisa de uma mulher a seu lado para tratar com políticos e investidores. O acordo entre eles não envolve sexo — já com Aaron, o filho de seu cliente, Mia não pode garantir.


Tudo começou em Janeiro onde conhecemos o problema da Mia e encontramos seu primeiro cliente, o surfista/roteirista Wes. Em Fevereiro aprendemos uma nova forma de amor com Alec e sua arte. Já em Março (com Tony e sua família italiana) e em Abril (com o jogador de beisebol Mason) vimos Mia dando uma de cupido e ajudando seus clientes com os verdadeiros amores de sua vida. Maio nos levou ao Havaí - clima quente que super combinou com Tai. Então Junho chega, e a metade do caminho da jornada de Mia em busca de 1 milhão de dólares para salvar seu pai a leva para Washington.

Nesse mês, Mia é contratada para ser a namorada-troféu de um coroa da política. E Warren já deixou bem claro que ela estará ao lado dele pela imagem nas reuniãos e ajudar em algumas conexões, mas que não terá sexo envolvido. Até aí, tudo bem, maaaaaasssss é claro que a Mia já terminaria o livro anterior e começaria esse me deixando irritada. Estou achando que se eu não me irritar com alguma atitude da Mia não estou lendo o livro certo...

"- Wes...
Ele respirou fundo.
- Não. Não vou fingir que não estou chateado por você ter transado com quem quer que seja no Havaí, e ainda assim estar puta comigo por fazer o mesmo com a Gina." (pág. 11-12)

Acontece que logo que ela sabe quem é o filho de seu cliente - Aaron, um jovem senador que é considerado o mais bonito já eleito - ela já pensa em como pode se divertir com ele. Isso tudo ao mesmo tempo em que ainda está irritada com o que descobriu sobre Wes e Gina. Para piorar, em uma ligação (ainda no primeiro capítulo) ela tem a cara de pau de responder com suspiros a pergunta de Wes de como tinha sido o mês de Maio - onde ela simplesmente fingiu esquecer o cara porque ele saiu na capa de uma revista acompanhado - e ainda insinuar que mal pode esperar para conhecer o filho do cliente já que ela combina com homens poderosos.

O caso é que a Mia quer seguir o ano curtindo a vida e pensando o tempo inteiro em com quem será o próximo que ela irá transar ao mesmo tempo que diz que sente algo mais pelo Wes. E isso sem falar que ela acredita que ela pode curtir a vida mas o Wes não pode seguir em frente. Entendo o lado dela de querer juntar o dinheiro sozinha, entendo o lado dela de querer se divertir antes do 'para sempre', só não consigo entender essa coisa de dois pesos e duas medidas. Isso é algo que me irrita mais do que tudo. Mas, ela está vendo que não é fácil conciliar mente e coração e vamos deixar o meu lado #TeamWes de lado e focar no mês atual.

" - Que seja. Mas estar aqui é estranho. Não estou exatamente certa do meu lugar.
- Como assim?
- Ele me contratou para ser uma namorada-troféu, para que pudesse se encaixar no meio dos outros coroas endinheirados. Todos eles tem uma mocinha a tiracolo." (pág. 71)

Mia é contratada para ajudar Warren com seus contatos políticos. Ele precisa de uma mulher nova, doce e bonita se quiser conseguir o apoio necessário para seu projeto, afinal, essa é a lógica da política. É claro que o projeto é interessante e a Mia se identifica com o projeto e se prontifica a ajudá-lo no que for preciso, afinal isso ajudará muitas outras pessoas. Ele precisa se enturmar com alguns políticos que não são da melhor espécie, então conhecemos um pouco o lado sujo da política. Nada que alguém que acompanhe Scandal, The Good Wife ou outras séries que abordam o tema não saiba que exista ou como funciona.

" - (...) Ele precisa da sua própria periguete. - Corri as mãos no ar, contornando meu corpo. - Para que pareça um deles. Mas é tudo por uma boa razão. Ele tem um projeto que precisa do apoio desses caras ricos e de um grupo de políticos indigestos (...)" (pág. 55)

Ela também conhece a governanta da casa dos Shepleys e um segredo que Warren esconde a muito tempo. Claro que os super poderes da Mia de percepção e de querer ajudar os clientes entram novamente em ação ela tenta ajudar da melhor forma que pode. É legal ver o relacionamento que surge entre Warren e Mia, no estilo pai e filha. Também não demora muito para perceber que o gostosão do filho de Warren, Aaron não é uma pessoa tão boa assim - e algo triste acaba acontecendo com a nossa protagonista. Estava pensando em que momento algo ruim iria acontecer, porque até agora seu ano estava sendo só flores e parecendo que ser uma acompanhante é a melhor profissão do mundo, onde você só encontra caras lindos, maravilhosos, com corpo em forma e bons de cama.

Não queria que acontecesse algo como o que aconteceu - poderia ter sido só verbal ou tal, ainda mais que tudo é tratado de forma muito leve e superficialmente na história (algo que tem se tornado característica da série, que tem assuntos interessantes mas tratados sem aprofundamento). Não pensem que eu estou julgando a Mia. Eu acho que ela tem o direito de transar ou não com quem ela quiser e se quiser. Agora, ficar toda empolgada com qual é o próximo que ela irá transar a faz parecer mais uma ninfomaníaca do que somente uma acompanhante. Sem contar que mais cedo ou mais tarde as coisas teriam que ficar um pouco mais reais e menos fantasiosas e é o que acontece nesse mês.

"Com tudo aquilo, aprendi três coisas que não deixariam minha mente.
Primeiro: Wes era minha Kriptonita. Eu precisava tomar cuidado e me proteger se quisesse passar pelos próximos seis meses. Segundo: nunca julgue um livro pela capa, mesmo quando a capa tem um homem em um terno incrível com um patrimônio ilimitado. Terceiro: os amigos são a família que você escolhe, e eu tinha os melhores amigos e a melhor família do planeta." (pág, 138)

Mesmo assim, tem um ponto positivo em tudo o que acontece com a Mia. Revemos alguns personagens que ela conheceu durante esse ano e além de ser legal rever os personagens, é mais legal ainda pensar que ela não está fazendo apenas uma lista de clientes e sim, formando uma lista de amigos. Embora eu não concorde nem um pouco com as decisões que ela tomou para a situação, foi bom ver o apoio da amizade e em como isso é importante na vida das pessoas. É bom ver que a Mia está aprendendo ao longo do processo, é bom ver o quanto ela toca a vida de quem cruza e como ela é amada. Só acho que a Mia deveria se apoiar um pouco mais nos amigos e parar de ser tão cabeça dura. Nem sempre resolver as coisas por si mesmo significa que não pode contar com ajuda, afinal, é para isso que servem os amigos. Mas, como diz o lema da série... Vamos confiar na jornada e que venha Julho!

Romântica incurável com um toque de Drama Queen. Sonhadora, teimosa e viciada em livros, afinal, se você não pode cair no mundo, viva através dos personagens! Criadora do blog Amores e Livros, ainda acredita que um dia será paga para ler! Facebook / Twitter / Instagram

Que tal conferir também...

20 comentários

  1. Olá Lica,
    Adorei sua resenha e tenho que dizer que concordo contigo em vários pontos. Essa questão de ela achar que pode seguir em frente enquanto o Wes não pode é ridículo e não gostei de saber que a protagonista dica ansiosa para saber quem será seu próximo cliente e com quem ela transaria, é um saco isso.
    Vou continuar a série, pois já li alguns livros e quero concluir a leitura.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  2. Oi!
    Concordo com você em vários pontos citados, principalmente sobre a Mia parecer uma ninfomaníaca em todos os livros por sempre ficar ansiosa pra descobrir qual será sua próxima transa mas por outro lado também entendo a protagonista quando ela diz que quer aproveitar ao máximo o seu ano como acompanhante. Essa não é uma série perfeita mas ainda assim acho que a autora fez um bom trabalho e por isso pretendo lê-la até o fim, principalmente pela curiosidade em saber com quem a protagonista irá ficar.
    Beijos!
    Por Livros Incríveis

    ResponderExcluir
  3. Concordo contigo, a Mia fica tão assanhada que acabou se dando mal. Não que a culpa foi dela, óbvio que não! Mas ela precisa se aquietar mais, hahaha. Eu gostei bastante da trama, me surpreendi por a autora colocar um tema tão sério assim, mesmo que de forma mais superficial.
    beijos
    www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir
  4. Com tudo que aconteceu no mês de junho, mesmo de maneira superficial, valeu a pena compreender as mensagens que a autora quis passar. Foi interessante notar o quanto a Mia é forte e parece sempre disposta a recomeçar. Enfim, ansiosa para a conclusão da série.

    ResponderExcluir
  5. Estou gostando bastante das resenhas sobre essa série, realmente to interessada em ler. Adorei a sinopse desse volume e sua resenha também ficou maravilhosa!

    http://www.leitorasvorazes.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Não li sua resenha! Estou em abril ainda! Desculpa?? :D

    Eu to achando a série mais ou menos... Mas to com esperança de uma melhora... :D

    #Ana Souza

    https://literakaos.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  7. Olha, tem tanta gente falando bem dessa série, que alguém vai acabar me convencendo a ler. Mas no momento, ainda não consegui me animar. Eu não curto esse tipo de leitura, já li alguns livros assim e não gostei de nenhum. Ainda mais sendo série, me desanima mais ainda. Mas fico feliz que pra você tenha funcionado, e esteja gostando.

    ;D
    Nelmaliana Oliveira

    ResponderExcluir
  8. Comecei a ler essa série, mas parei no terceiro livro e não consegui continuar :/
    Por mais que eu já tenha lido livros assim. Fico feliz que você esteja gostando.

    ResponderExcluir
  9. Olá!
    Ainda não consegui chegar nesse volume da série, mas acho que o que te incomodou não me incomodaria tanto assim, esse fato de ela ficar se perguntando quem é o próximo que ela vai transar, só mostra que ela de adaptou a profissão mesmo.
    Beijos.
    http://arsenaldeideiasblog.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  10. Quando fiquei sabendo desse livro logo me animei, porém quando descobri o rumo de cada volume logo desanimei. Pelo motivo de cada livro ser com a mesma protagonista e a sequencias tbm só que com outros personagens masculino.

    ResponderExcluir
  11. Oii Lica, tudo bem? Também estou acompanhando a serie e gostando muito. Li Maio recentemente e confesso que estou com medo de Junho, justamente por essa coisa da trama que acaba acontecendo com a Mia. Mas irei ler em breve. Bom saber que revemos alguns personagens antigos. E concordo com você, a Mia não está só fazendo uma lista de clientes, e sim de amigos, e aprendendo muito com eles. Sua resenha ficou maravilhosa!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  12. Apesar de não ter lido nenhum livro da série ainda, tenho lido muitas resenhas dos livros. Mas acho que falta algo na história para me chamar atenção para lê-la não sei o quÊ. Porém este livro Junho, me chamou atenção por a personagem adentrar no mundo da politica, e isso poderá deixar a história com menos clichês.

    ResponderExcluir
  13. Ainda não li nenhum livro da série mais só de pensar nesse peso e duas medidas que você bem pontuou sobre a personagem já fiquei com os dois pés atrás. Não sei se gostaria da personagem, entende? Por mais que você veja que pelo caminho ela vai aprendendo com as amizades e tal. Enfim, não gosto muito de personagens cabeças duras e pelo que vejo a Mia é uma delas. Estou certa?

    Vento Literário / No Facebook / No Twitter

    ResponderExcluir
  14. Olá, tudo bem?

    No começo das divulgações da série, até tinha me interessado por ela, mas com o passar do tempo perdi o interesse, minha parceira de Blog, a May, é quem a lê.
    Saber que determinados assuntos, interessantes e alguns até sérios, são tratados de modo muito pincelado e superficial me incomoda e tenho certeza que isso iria me irritar de um modo não positivo na leitura... o.o
    Gostei das suas ponderações sobre "parecer um conto de feliz sempre" e tals, a vida real é bem dura. hehehe.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  15. A série não me chama muito a atenção. Já tentei começar a ler mas não consegui passar do 5º capitulo. Sua resenha foi muito boa, não escondeu algumas coisas ruins que há na história, muito bom!

    http://www.literaturanews.com.br/

    ResponderExcluir
  16. MENINA TO CHOCADA!!

    O que acontece com o Wes e a Gina? ahhhhhhhh Jesus!!!

    E gente? Nossa... eu to chocada com esse livro haha eu penso exatamente como você sobre a ninfomania da Mia e isso me irrita muito. Confesso que eu fiquei meio que com o pé atrás quando li o primeiro livro, mas agora to curiosa para ler o resto da série, mas to em março ainda :/

    beijos
    Mayara
    Livros & Tal

    ResponderExcluir
  17. Oiee ^^
    Eu não me aguento de curiosidade. Preciso conhecer esse Wes e a Mia! Estou com os dois primeiros livros da série aqui, mas nunca tenho tempo de lê-los, tem sempre outro livro passando na frente. De início eu não queria ler, pois não gostava (e ainda não gosto) de hots, mas vi tanta coisa boa a respeito dos livros (uns mais que os outros), que estou doidinha de curiosidade. Espero que julho seja melhor :/
    MilkMilks ♥
    Milkshake de Palavras

    ResponderExcluir
  18. Olá, não gosto muito da ideia da série. A personagem central é meio louca e já desencantei dela quando li Janeiro, mas vejo que a série tem feito um sucesso extremo. Quem sabe não volte a dar uma chance a eles.

    ResponderExcluir
  19. Olá! Acompanhei sua resenha sobre o livro do mês de maio. Você estava bem irritada com a Mia ( risos) , achei que aqui você não estaria. Mesmo assim , parece que você gostou bastante de alguns aspectos relatados no livro . A resenha está maravilhosa e suas opiniões estão bem claras , mas ,como já disse na resenha anterior , esse não faz meu tipo de livro. Abraços!
    Umparadoxoliterario.blogspot.com

    ResponderExcluir
  20. Olá, eu estou doido para ler esse livro, a série me parece interessante, porém, a protagonista realmente aparenta ser uma ninfomaníaca...

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita, dê sua opinião, participe e volte sempre =^.^=

*** Comentários serão respondidos por aqui mesmo, através de comentário.

Acompanhe por E-mail

Facebook

Editoras Parceiras