A Menina da Neve - Eowyn Ivey

18/12/2015

Alasca, 1920: um lugar especialmente difícil para os recém-chegados Jack e Mabel. Sem filhos, eles estão se afastando cada vez mais um do outro. Em um dos raros momentos juntos, durante a primeira nevasca da temporada, eles constroem uma criança feita de neve. Na manhã seguinte, a criança de neve some. Dias depois, eles avistam uma criança loira correndo por entre as árvores. Uma menina que parece não ser de verdade, acompanhada de uma raposa vermelha e que, de alguma formam consegue sobreviver sozinha no frio e rigoroso inverno do Alasca. Enquanto Jack e Mabel se esforçam para entender esta criança que parece saída das páginas de um conto de fadas, eles começam a amá-la como se fosse sua própria filha. No entanto, nesse lugar bonito e sombrio, as coisas raramente são como aparentam, e o que eles aprenderão sobre essa misteriosa menina irá transformar a vida de todos.

Jack e Mabel são um casal que foge para o Alasca, em busca de alívio dos olhos impiedosos das outras pessoas e como fuga para seus próprios conflitos sobre a falta de filhos. A esperança de que a mudança aproximasse o casal foi se esvaindo e com a necessidade de conseguir os suprimentos para o inverno, Jack passava cada vez mais tempo fora, enquanto Mabel ficava em casa.

Certo dia, em um dos poucos momentos de intimidade do casal, eles fazem uma menina de neve, que desaparece no dia seguinte, e surge uma menina de verdade na floresta, usando as mesmas roupas que Mabel colocou no boneco. Deste momento em diante, mudanças começam a ocorrer na historia, que culminam no final surpreendente.

A autora, Eowyn Ivey fez um trabalho surpreendente em relação a profundidade dos personagens e de seus sentimentos, porém, em alguns trechos, essa profundidade e detalhamento, se transforma em falta de fluidez, o que torna necessário um pouco de paciência. Outro aspecto memorável é a forma como ela detalha a paisagem, as atividades rotineiras e a relação entre as cores, principalmente o branco da neve e o vermelho do sangue.


Para quem gosta de fantasia, o livro é um prato cheio, uma vez que a autora se baseou em um conto russo sobre uma menina de neve. 

Como leitora, posso dizer que o encantamento já começou com a capa (linda de morrer), e foi seguindo pelo paratexto até chegar ao cerne da história. Como sou fã de romances históricos e de época, o fato de se passar em 1920, contribuiu mais ainda. 

Como já escrevi em mais de uma ocasião, sou sempre mais tolerante com relação ao livro de estréia de um autor, mas ao mesmo tempo A menina da neve conseguiu ser finalista do Prêmio Pulitzer em 2013, na categoria ficção, o que garante algumas estrelinhas pra ele. Para finalizar, posso dizer que não sei quantos corações eu daria na classificação desta história, porém, com certeza, recomendo a leitura.

Criado em 2010, o Amores e Livros é um espaço feito para dividir os nossos amores pelos livros, filmes, séries e alguns outros vícios mais do que saudáveis! Facebook / Twitter / Instagram

Que tal conferir também...

13 comentários

  1. Já li várias resenhas deste livro, algumas negativas , mas em sua maioria positiva e mesmo não sendo muito fã de fantasia, tenho certa curiosidade com este livro.

    Bjim e até mais...
    http://reinoliterariobr.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Primeira resenha que leio desse livro e confesso que já me conquistou, ele entrou para a minha lista de desejados pois sou muito fã de fantasia.

    ResponderExcluir
  3. Nikki, sou apaixonada por fantasia, mas ainda não consegui me decidir se quero ler esse livro ou não.
    Acho que preciso ler mais algumas resenhas pra criar uma opinião melhor sobre ele.

    Lisossomos

    ResponderExcluir
  4. Olá!

    Esse está na minha lista desde o lançamento! Ainda mais por se tratar de um conto russo, que é uma cultura que curto muito. Ser finalista do Pulitzer logo de cara, com certeza a leitura será proveitosa!

    resenhaeoutrascoisas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Oi Nikki,
    Eu li esse livro e gostei muito.
    Levando em consideração que é uma fantasia.
    Adorei a carga dramática, eu quase podia sentir o frio do Alasca enquanto lia.
    Não entendi se você gostou ou não e tem livros que deixam a gente assim mesmo :)

    Abraço e Bons Livros,
    Biblioteca do Coração❤

    ResponderExcluir
  6. OI, tudo bem?
    Estou bem ansiosa para ler esse livro desde o seu lançamento, e a cada resenha que leio fico mais curiosa ainda com a história. Não sabia que a autora havia se baseado num conto russo, achei bem legal. Espero poder ler em breve.

    Beijos, Gabi
    Reino da Loucura

    ResponderExcluir
  7. Oiii!

    Eu ainda não li esse livro,pelo o que pude perceber você achou ele bem mediano assim. Eu confesso que isso me fez atrasar a leitura um pouco.
    Achei legal essa base do conto para o enredo, maaas não sei se atrasaria minha lista por ele sabe?
    Gostei da sua sinceridade!

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  8. Oiee ^^
    Eu também adoro romances históricos e de época, então esse é um livro que eu quero muito conhecer. Ainda não o tenho, mas coloquei ele na meta de leitura para 2016. Espero conseguir ler *-*
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br/2015/12/o-ultimo-dos-canalhas.html

    ResponderExcluir
  9. Olha eu sinceramente gostei bastante da sua resenha, até porque em se tratando de um livro de fantasia eu acho que irei adorar. Vi várias pessoas falando muito bem desse livro na Blogosfera, mas eu ainda não o li. Eu só li aqueles panfletos de primeiras impressoes da novo conceito, mas mesmo assim espero gostar da estória toda. Provavelmente irei ler ano que vem. Espero poder gostar.

    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2015/12/dia-de-quote-15.html

    ResponderExcluir
  10. Eu gostaria muito de ler esse livro acho que a fantasia dele é muito bonita uma história de amor diferente e a vontade de algo que tem um poder tão grande pra fazer esse algo na cabeça das pessoas é muito bonito e louco ao mesmo tempo como você falou, o livro ganhou um prêmio importantíssimo e eu acho que seria uma ótima leitura apesar de não ser esse momento pra mim.

    ResponderExcluir
  11. Oie, tudo bem!?
    Eu li esse livro e, por causa dele, ainda estou de ressaca. Nao sei muito bem o que pensar sobre ele, as primeiras 100 páginsa prometem uma história, o desenrolar do livro nos entrega outra, então fiquei bem cheia de emoções conflitantes no final do livro, não sei como classificar ele também.... Confusa me define muito!!
    Beijos

    LuMartinho | Face | Sorteio de Natal

    ResponderExcluir
  12. Oi!
    Estou muito curiosa pra ler esse livro, confesso que vejo tantas resenhas confusas sobre ele que me empolgam, pois deixa o leitor sem saber o que pensar, só refletindo sobre a história.

    www.gordinhaassumida.com.br

    ResponderExcluir
  13. Olá, Nikki. Gostei bastante da premissa da história e confesso que fiquei bem curiosa a respeito do desenrolar da trama. Pena que a autora pecou em alguns detalhes. Com certeza futuramente irei ler o livro.

    Beijo,
    http://www.pactoliterario.com/

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita, dê sua opinião, participe e volte sempre =^.^=

*** Comentários serão respondidos por aqui mesmo, através de comentário.

Acompanhe por E-mail

Facebook

Editoras Parceiras