Minha Vida Mora ao Lado – Huntley Fitzpatrick

08/12/2015

image“Minha mãe nunca ficou sabendo de uma coisa, algo que ela reprovaria radicalmente: eu observava os Garrett. O tempo todo.”
Os Garrett são tudo que os Reed não são. Barulhentos, caóticos e afetuosos. São de verdade.
E, todos os dias, de seu cantinho no telhado, Samantha sonha ser uma deles, ser da família.
Até que, numa noite de verão, Jase Garrett vai até lá e...
Quanto mais os adolescentes se aproximam, mais real esse amor genuíno vai se tornando.
Contudo, precisam aprender a lidar com as estranhezas e maravilhas do primeiro amor. A família de Jase acolhe Samantha, apesar dela ter que esconder o namorado da própria mãe.
Até que algo terrível acontece, o mundo de Samantha desmorona e ela é repentinamente forçada a tomar uma decisão quase impossível, porém definitiva. A qual família recorrer? Ou, quem sabe, Sam já é madura o bastante para assumir suas próprias escolhas? Será que está pronta para abraçar a vida e encarar desafios?
Quem você estaria disposto a sacrificar pela coisa certa a se fazer? O que você estaria disposto a sacrificar pela verdade?

Sabe aqueles livros que você escuta falar pouca coisa, mas que mesmo assim ele entra em sua lista de desejados? Foi o que aconteceu comigo ano passado quando soube que a Valentina lançaria o livro. Não fui atrás de mais informações, mas alguma coisa me dizia que eu precisava ler e o que eu posso afirmar agora é que não me arrependo de ter colocado o livro na lista meio que as cegas. Então, quando o livro chegou por aqui, ele passou na frente de vários outros.

Samantha é uma garota que parece ter tudo. Uma bela casa, uma mãe rica e perfeita, um trabalho de verão que gosta e é bonita. Ela é a verdadeira imagem da perfeição, mas nem tudo é o que parece. Seu pai abandonou a casa quando sua irmã era pequena e antes de Sam nascer, sua mãe tem mania de limpeza e é bem rígida, apesar de meio indiferente e tudo tem que estar no seu devido lugar, afinal, eles são esse tipo de família.

“- O que tem de tão importante aqui?
Quero responder 'eu estou aqui'. Mas entendo o que ela quer dizer. Nossa casa tem todas as ultimas novidades, tudo é high tech e incrivelmente limpo. E abriga três pessoas que preferiam estar em qualquer outro lugar." (pág. 22)

Então, quando os Garrett se mudam, sua mãe não gosta nem um pouco da ideia. Eles não tem muito dinheiro, não cuidam do jardim que além da grama alta tem sempre coisas jogadas e, com oito filhos parecem que nunca ouviram falar em controle de natalidade. Eles são esse tipo de vizinhos e a mãe de Samantha quer eles bem longe de sua vida.

“– É  bom ficar de olho nessas pessoas que acham que sabem o jeito certo de se viver – afirma Jase, pensativo. – Elas podem atropelar você se estiver no caminho.” (pág. 20)

Apesar disso, Samantha vê a felicidade que a família tem e de seu canto, no telhado, ela os observa. E ela passa anos observando os Garrett, seus barulhos e sua união, imaginando como seria estar com eles, ser como eles. Então, de repente, Jase sobe no telhado e eles tem o primeiro contato em anos. E é claro que não para por aí.

Minha vida mora ao lado começou lento, mas não de uma maneira ruim. Ele foi me ganhando aos poucos, meio que palavra por palavra. E eu não consegui largar antes de virar a última página. Para mim, o livro foi construído aos poucos e isso fez com que eu o achasse muito mais envolvente do que se tivesse sido tudo rápido demais.

“Como é que o meu mundo e o dos Garrett tinham limites tão bem definidos até este verão e agora eles não param de se interligar?” (pág. 98)

A história entre Sam e Jase é linda – sabe aquela coisa doce e fofa de um primeiro amor que dá certo? Fiquei super encantada e também preocupada em vários momentos pois achava que a decisão que a capa menciona seria referente ao relacionamento dos dois. E eu adorei que não foi. Quer dizer, é uma decisão que envolve a vida dos dois, mas não tem nada daquela coisa de ciúmes ou outra pessoa formando um triangulo e foi ótimo ler um livro que fugiu desse clichê.

Samantha é uma personagem interessante e que conquista. Jase é aquele menino que, mesmo com as poucas probabilidades, ainda acredita em seus sonhos e se esforça para que eles possam ter uma chance de se realizar. Os Garrett são aquela família grande, que tem suas necessidades financeiras mas que tem amor de sobra. É linda a interação da família entre si, é lindo ver os irmãos com tanto amor – mesmo com suas personalidades diferentes e é lindo ver a Sam se encaixando nisso tudo. E, claro, ainda temos Nan e Tim – irmãos que são amigos de Sam e que tem seus pontos positivos e negativos.

E eu preciso dizer... O melhor de todos os personagens é o pequeno George, que em sua inocência e carisma rouba completamente a cena quando aparece. Ele é fofo e inconveniente como só uma criança consegue ser e eu queria que ele aparecesse mais e mais por que não tinha como não se encantar com ele. Acho que é justo dizer que ele é um motivo a mais para gostar do livro.

"- Você vai se casar com o Jase?
Engasgo e começo a tossir de novo.
- É... Não. Não, George. Só tenho dezessete anos. - Como se essa fosse a única razão para não estarmos noivos.
- Eu tenho isso ó. - George ergue quatro dedinhos levemente encardidos. - Mas o Jase tem dezessete e meio. Vocês podiam se casar. Aí você vinha morar aqui com ele. E ter uma família grande.
Jase volta a passos largos para o quarto no meio dessa proposta, é claro.
- George. Anda, sai daqui. Botei Discovery Channel pra você assistir.
George sai do quarto, mas não antes de dizer:
- A cama dele é muito confortável. E ele nunca faz xixi nela.
A porta se fecha e nós dois começamos a rir." (pág. 37)

Mais uma vez a Valentina arrasou na edição do livro. A capa é linda – e eu gostei mais do que a original. A diagramação interna tem um coração de flores ao lado do número de páginas que eu achei bem fofo – assim como fonte diferente para a divisão dos capítulos e a primeira palavra do mesmo. E se por acaso teve algum erro de revisão, não foi nada que me chamasse a atenção.

Minha vida mora ao lado é um daqueles livros que em um primeiro momento pode até parecer não ter nada demais, mas é encantador. E não é um livro só sobre o primeiro amor e como ele pode mudar a vida em um verão. Ele fala de amizade, de como muitas vezes o que alguém precisa é de uma segunda chance e de que alguém acredite que é possível mudar. Fala de escolhas, de como tem pessoas que tentam maquiar a verdade, de que é preciso se fazer o certo – mas que isso nem sempre é fácil. Foi uma leitura cheia de questionamentos e ao mesmo tempo encantadora daquele jeito que me deixou com um sorriso bobo no rosto e que entrou na minha lista de queridinhos.licavargas

Romântica incurável com um toque de Drama Queen. Sonhadora, teimosa e viciada em livros, afinal, se você não pode cair no mundo, viva através dos personagens! Criadora do blog Amores e Livros, ainda acredita que um dia será paga para ler! Facebook / Twitter / Instagram

Que tal conferir também...

18 comentários

  1. Olá.
    Olha eu comecei esse livro recentemente e só tenho uma coisa pra dizer: detestei.
    Desculpa mas eu não consegui me ligar a história. Não fluía. Até larguei de mão. Ando tão chata pra livros. Mas sua resenha está ótima. Parabéns.
    Beijos
    Booksandcarpediem.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Esse livro vem sendo tão bem comentado e essa capa é tão linda que já fiquei curiosa para ler. Essa é a primeira resenha que leio sobre ele e gostei muitos dos pontos da narrativa que você ressaltou!! Parece ser bem rapidinho de ler <3
    Beijos!

    ResponderExcluir
  3. Oie!
    Nossa, me ganhou na resenha! heheheh Eu já vi o livro na net, mas não tinha me ligado tanto nele, até agora... Gosto de histórias que tenham conflitos, mas que fujam desse padrão de triângulos e ciúmes (não que eu não goste, mas é bom dar uma respirada). Além disso, gosto de histórias que elevem a família. Estou super curiosa com a trama e doida para ler o livro. Parabéns pelo belo trabalho!

    Beijos,
    Dai | Blog Cheiro de Livro Nacional

    ResponderExcluir
  4. Me pareceu uma leitura bem agradável sabe, daquelas que a gente lê em um dia e se encanta.
    Adorei o trecho que você colocou de diálogo com o George. Dei muita risada, a cama dele é confortável e ele não faz xixi!
    Kkk
    E a capa é super fofa!
    Beijo.Camila Bernardini Coelho

    ResponderExcluir
  5. Olá :)
    Ansiosa parar ler o livro, num primeiro momento não quis ele, sua resenha me convenceu realmente menina, adoro histórias sobre o primeiro amor!

    Beijão,
    http://livrosentretenimento.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Bom saber que existem livros desse gênero que fogem de clichês. Não sou fã desse tipo de livro, mas devo confessar, que me encantei com o que escreveu sobre ele. Parabéns, é muito difícil uma resenha me convencer a ler esse tipo de livro, mas você conseguiu.

    ;D
    Profissão: Leitora

    ResponderExcluir
  7. Olha tenho visto muita gente falando bem desse livro e tenho ficado bastante interessada por conta de ser uma leitura leve e é o que eu estou atualmente precisando sabe? Espero poder ter a oportunidade de fazer a leitura porque me parece ser um livro realmente muito bom. Enfim...Adorei seu ponto de vista sobre o livro e espero poder comprar assim que puder também =]

    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2015/12/resenha-o-enigma-da-estrela.html

    ResponderExcluir
  8. Eu li uma resenha desse livro esses dias, mas não tinha visto o booktrailer dele. Que graça *-* Também achei que a editora arrasou na edição do livro, fiquei encantada não só com a história mas essa capa que é linda!
    -Mari

    ResponderExcluir
  9. Olá Lica,
    tudo bom ???

    Eu li esse livro e ao contraria de você eu já o conhecia, já tinha ouvido vários comentários sobre ele... então quando eu li, eu esperava um pouco mais. Mas concordo com tudo que foi dito na resenha, o livro tem um pouco de tudo.
    Apesar de não gostar tanto eu estou esperando o próximo livro dela que a editora também adquiriu o direito de publicação, o What I Thought Was True.

    =)

    BJoks

    ResponderExcluir
  10. Olá!!!
    Não conhecia o livro, ao ler a sinopse e sua resenha tenho a impressão que é um livro morno que de cara não tem muito haver mais conforme vai passando a história vai envolvendo e encantando. O book trailer está muito fofo e o livro tem um ótimo currículo, kkk. Parabéns pela resenha apaixonada.

    Beijos Carla Fernanda

    ResponderExcluir
  11. Oi, Lica
    Você não é a primeira a dizer que a história é linda. Queria muito ler este livro.
    As vezes os melhores livros são aqueles que começam devagar mesmo, e aos poucos vão nos conquistando. Tudo que o livro aborda, sobre amor, amizade e escolhas é tudo que adoro em uma leitura. Adorei ver sua opinião, e espero ler algum dia.

    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  12. Vi muita empolgação por aí com esse livro, mas já que é um pessoal que gosta mais de gêneros que não gosto muito deixei quieto e nem fui ver ao menos a sinopse.
    Para um livro de romance eu imagino que não seja uma boa começar de modo lento, pois não há tanto para introduzir quanto em outros gêneros. Mas gostei de saber que é mostrado na história duas famílias bem diferentes em diversos parâmetros.

    http://deiumjeito.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Oi Lica!
    É tão bom quando gostamos da história né? Aconteceu isso comigo com o livro Obsidiana. Eu não sabia nada da história, e só conhecia os comentários das pessoas. Até que resolvi ler, e foi a melhor coisa que fiz, que série linda \o/
    Eu comprei o ebook do livro e não vejo a hora ler \o/
    Bjks!
    http://www.historias-semfim.com/

    ResponderExcluir
  14. Oiee!!
    Eu adorei a capa desse livro e estou doida para realizar a leitura dele!!
    Gostei da sua resenha e fiquei feliz em saber que é uma historia que começa lenta mas não de uma maneira ruim, que vai ganhando o leitor aos poucos, se mostrando no fim uma história surpreendente!!
    A Valentina está a cada dia arrasando mais!!
    Beijos!!

    ResponderExcluir
  15. Oiee ^^
    Acho que li uma resenha desse livro há alguns dias, e, mesmo sendo a primeira que eu tinha lido dele, já me deixou curiosa. Estou precisando de livros encantadores e que me surpreendam ♥ Adorei os quotes ♥
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  16. Olá!
    Adorei sua resenha e fiquei interessada no livro, me lembrou um pouco "Mentirosos" com uma mistura de "Romeu e Julieta", porém descartei da wishlist quando você descreveu o romance como "doce e fofo", odeio romances melosos, não consigo, por mais que tente, é uma pena :/
    Beijos
    http://www.vivendonoinfinito.com/

    ResponderExcluir
  17. Oi!
    Engraçado... vi outra resenha dele esses dias, e parece que é outro livro rsrs Adorei o modo como comentou tudo, tenho uma visão diferente do livro agora. E fiquei morrendo de vontade de conhecer o George rsrs

    bjs
    Sonhos em Tinta

    ResponderExcluir
  18. Olá lica! Nossa, fiquei apaixonada...sua resenha me convenceu a ler este livro. Quando li a sinopse, já simpatizei de cara...E, gostei bastante da premissa, dos opostos dessas famílias e mais curiosa ainda, para saber que decisão tão importante que precisa ser tomada...Amei! beijos

    http://livrosepergaminhos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita, dê sua opinião, participe e volte sempre =^.^=

*** Comentários serão respondidos por aqui mesmo, através de comentário.

Acompanhe por E-mail

Facebook

Editoras Parceiras