Adivinhe quem sou – Megan Maxwell

15/01/2015

imageComo toda jovem, Yanira é inquieta e quer mais da vida do que trabalhar no comércio da família. Por isso, ao deixar sua vida tranquila, ao lado de seus pais e irmãos, na paradisíaca ilha de Tenerife, a cantora e neta de roqueira quer traçar um novo destino para si, mais apimentado e recheado de aventuras. Incentivada por sua impetuosa amiga Coral, ela se muda para Barcelona e se emprega num cruzeiro de férias como garçonete. Sobre as águas do Mar Mediterrâneo, Yanira vai acumular experiências de vida e conhecer pessoas do mundo todo, como o porto-riquenho Dylan, um atraente empregado da manutenção do navio, que a excita só com o olhar. Apesar da forte química que existe entre eles, Dylan não parece ser muito afeito ao que Yanira tem a oferecer, o que a incita ainda mais. Não deixe de ler esta inspiradora e picante comédia romântica, da best-seller Megan Maxwell - autora da trilogia Peça-me o que quiser.

10482768_10152868333108825_983006306936793309_n[4]

Adivinhe quem sou entrou na minha lista de leituras logo que fiquei sabendo do lançamento pela Planeta. Sou uma daquelas que ficou encantada com o trabalho da Megan ao ler o Peça-me o que quiser (ainda sem resenha por aqui, mas logo vem!) e só por isso já garantiu o lugar na lista de livros.

Antes de mais nada, quero agradecer a Editora Planeta e ao querido Felipe que além de me mandar o livro me deu um super presente ao enviar ele autografado pela Megan, quando ela esteve no Brasil em outubro para o lançamento do livro. Espero que da próxima vez que ela venha, sua tour passe por uma cidade mais perto e que eu possa conhecê-la *-* Obrigada, obrigada e obrigada!!!

image

Adivinhe quem sou é diferente de Peça-me... Mesmo que toque no assunto dos clubes de swing  e tenha uma cena onde a Yanira assiste um casal na praia, as maior parte das cenas eróticas acontecem entre o casal. Esse é um ponto diferencial que pode agradar aqueles que não curtiram muito o estilo da Judith e do Eric.

"- Na brincadeira de hoje somos dois estranhos. Não há amor. Não há palavras carinhosas.Você é uma mulher e eu um homem desejoso de sexo que a leva a um lugar escuro e a curte. O que acha?"
(pág. 212)

Embora tenha suas diferenças, a Yanira lembra a Judith em alguns momentos. Eu gostei disso. Principalmente por isso parecer uma característica da Megan, onde suas personagens são mulheres que mesmo em seus momentos de mimimi ainda sabem o que querem – e vão atrás disso. Para mim, uma das melhores partes foi a Yanira indo atrás do Dylan, para que os dois tivessem ao menos uma noite juntos.

"Sem dizer nada, começo a procurá-lo pelo depósito até que o vejo ao fundo, ao lado de umas caixas, anotando algo em uma pasta.
Sexy!
Essa é a palavra que define o macacão azul, vestido só até os quadris, e na parte de cima uma simples camiseta regata."
(Pág. 148)

Dylan conquista com seu jeito misterioso e de não dar muita bola. Sabe aquela coisa de homem lindo e difícil? Bem assim... Eu ainda acho que gostava mais dele como o empregado da manutenção de um cruzeiro do que o que ele realmente é. Mas ao menos ele não é um CEO ou o dono de uma série de empresas. Mudança de ares as vezes é tão bom, não é? E nem por isso ele deixa a desejar. Realmente adorei ele.

" - Calma, coelhinha... Só estamos brincando, como você queria, só que agora o inocente homem do depósito virou um lobo. Lembre o que dizia mestre Yoda: 'Viva o momento, não pense, use seu instinto, siga a força'.
Yoda que se foda!
Não posso falar...
Não posso responder..."
(pág. 155)

Outro ponto super positivo da trama é a quantidade de referências ao mundo pop. São tantas músicas que aparecem durante a leitura que me deu uma playlist totalmente nova – e eu adorei isso!!! Como a Yanira é cantora, a maioria das minhas marcações foram com as referencias musicais – algumas conhecidas e outras novas que me conquistaram também. (A editora fez uma playlist para o livro que você pode conferir clicando aqui). Não tem todas, mas eu prometo tentar fazer uma playlist com todas as citadas para a resenha do próximo livro.

“Por trás de seu jeito de durão, Dylan é o homem mais romântico, doce e protetor que já conheci em toda minha vida, e com ele estou vivendo algo que nunca pensei que pudesse acontecer comigo.”
(pág. 219)

Eu li algumas resenhas que não curtiram muito o livro. E eu concordo em alguns pontos dessas resenhas. Por exemplo, algumas coisas ficam meio soltas, algumas tem alguns detalhes demais. De um certo modo a trama toda parece uma novela mexicana e não tem tanta novidade assim para quem lê muita coisa do gênero. Mas eu adoro o estilo de narrativa da Megan e isso fez com que o que muitos acham ruim não me incomodasse nem um pouco. Resumindo, eu adorei o livro, ri e me encantei com Dylan, com Yanira, com o livro.

"O que faço?
Plano A: espero para ver o que vão dizer.
Plano B: fujo e me escondo até voltar a ser dona de minha vontade.
Entro em desespero e escolho o plano B. Fujo!."
(pág. 242)

Mas, como nem tudo é perfeito... Minha reclamação fica por conta do final. Isso por que eu acreditava que esse era um livro único. E como eu iniciei a leitura sem pesquisar nada, tive a maior das surpresas quando o livro chega no final e termina em um super clifhanger me fazendo ficar com aquela sensação de “NÃO!!!! NÃO!!!! NÃO!!!!” Mas tudo bem, depois do susto eu já fui cobrar quando vem o segundo e para a felicidade a previsão é para Março. Sim, ainda está um tantinho longe, mas mesmo assim é melhor do que muitas esperas que tivemos. E se pensarmos bem, fevereiro é curtinho então logo teremos o livro por aqui :) E outra... Não é por isso que eu gostei menos do livro!licavargas

Romântica incurável com um toque de Drama Queen. Sonhadora, teimosa e viciada em livros, afinal, se você não pode cair no mundo, viva através dos personagens! Criadora do blog Amores e Livros, ainda acredita que um dia será paga para ler! Facebook / Twitter / Instagram

Que tal conferir também...

33 comentários

  1. Oiiiiiie!
    Adoro a Megaaan! Peça-me o que quiser é maravilhoso!
    Você já leu Surpreenda-me que é sobre o Bjorn?! É maravilhoso, eu bolei de rir, pois a Mel é uma tenente do exército, imagine Bjorn apaixonado por uma tenente!? hehehe
    E esse livro me pareceu ser muito bom, vou colocar ele na minha lista de leitura agora! Adorei a resenha e muito obrigada pela dica!!


    Beijão da Lari <3
    Brilliant Diamond | Fan Page | Participe das promoçes de livros:aqui e aqui

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lari... amei o Bjorn *.* e amei surpreenda-me. Devorei os quatro livros um atrás do outro em cinco dias (isso porque foi em período de trabalho hahaha).
      O Adivinhe tem um clima mais leve no sentido de não ter uma carga tão dramática. Isso me encantou ainda mais pois mostra a diversidade de escrita da autora e mesmo mais leve, as cenas quentes pegam fogo!!!!
      Leia logo!

      Excluir
  2. Por isso o tanto de marcações. ... mas um clifhanger é de matar mesmo Lica! E eu adoro a idéia da playlist... quero ouvi-la, tá? Bju

    ResponderExcluir
  3. Acredita que ainda não li nada da Megan? Olha, ganhou até autógrafo, que maneiro!!!
    Eu gostei bastante da sua resenha, apesar de não ser lido, é algo que pretendo comprar o quanto antes. Yanira é um nome tão bonito ♥

    Beijos,

    Amy - Macchiato

    ResponderExcluir
  4. Oi, tudo bom?
    Eu ainda não li nada da autora, o livro parece ser bom, gosto do gênero hehehe, adorei a resenha e todo mundo fala muito bem dos livros da autora, mas sempre tem quem não goste não é mesmo, Adivinhe quem sou tem tudo para me agradar, já tenho Peça-me o que quiser, mas ainda não peguei para ler.
    Beijos *-*

    ResponderExcluir
  5. A primeira coisa que reparei foi nos marcadores nos livros. Parecem com os meus. KKKKK E estou rindo do "Yoda que se foda". Mas enfim, não conhecia a autora ainda e adorei a escrita. Pretendo comprar esse livro para ontem. Estou curiosa!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O livro tem várias referências da cultura pop e um dos irmãos da Yanira é apaixonado por star treck/wars *nunca sei qual é qual*
      Aparece algumas referências ao Yoda e essa é realmente muito engraçada porque.... bom, acontece uma coisa antes e eu não vou dar mais spoilers hahahaha

      Excluir
  6. Não conhecia esse livro.
    Adorei e capa e nem imaginei que seria um livro com teor erótico. =)
    Achei bastante interessante.
    Não Peça-me o que quiser, pois nunca me interessei pelo livro.
    Por outro lado, sua resenha de deixou curiosa por Adivinhe quem sou.
    Beijos!!

    ResponderExcluir
  7. Não conhecia o livro, mas pela sua resenha parece ser muito interessante
    http://litaralmentelivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Oi Lica. Nunca li nada dessa autora mas também não me interesso muito nos livros, não por ela, a autora deve ser ótima, mas pela falta de novidade em livros desse gênero. É sempre a mesma coisa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sabe que eu leio vários sexy sellers e mesmo concordando com vc que no fim tudo é muito parecido, ainda consigo gostar e as vezes ser surpreendida....
      se bem que eu demoro bastante para me cansar de um estilo então. .....rs

      Excluir
  9. Eu já li esse livro e ate o ganhei em uma promoção. E concordo com você que em partes da história tudo parecia uma novela mexicana e eu tinha vontade de jogar o livro pra cima e dizer desisto, mas continuei e ate gostei assim do rumo, mas não sei se teria paciência para ler o segundo kkk. Ótima resenha, beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu entendo você... eu não consigo resistir e quero ler o quanto antes pois o final acabou comigo.... eu jurava que meu livro tinha vindo faltando páginas haha

      Excluir
  10. Esse gênero é bem complicado. São poucos os que me chamam atenção ou que de fato agradam. Conheço os livros anteriores da autora pelas resenhas que costumo ler e nenhum volume me atraiu. O tema abordado´é um pouco forte, envolvendo cenas de swing e etc e isso não me agrada. Acho que qualquer um que não curte e não souber que o livro tem isso, se sente incomodado, né? Mas pelo que disse na resenha, esse parece ser um pouco diferente.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ele é um pouco diferente do peça-me, mas tem algumas coisas que podem não agradar a todos os leitores. Eu penso que os livros da Megan são para quem curte ler o estilo e não se incomoda com coisas diferentes....

      Excluir
  11. Eu não curti muito Peça-me o que quiser. Não gostei do Eric e acabei lendo somente o primeiro livro. Por você dizer que esse é um pouco diferente é possível que eu dê uma chance. Até por que eu adorei a capa e as músicas da trilha sonora. Acho que só por conhecer musicas novas já vale a pena.

    ResponderExcluir
  12. Por não ter curtido "Peça-me o que quiser", não sei se lerei esse. O problema de não ter curtido nem foi por causa dos compartilhamentos e sim da escrita da autora. Não me agradou. E como esse é provavelmente a mesma escrita do primeiro lançado no Brasil, ainda nãos sei se vou ler. E se eu fosse ler, ainda teria que acabar a primeira série dela, o que não tenho muita vontade de fazer.kkkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amanda.... a escrita é bem parecida com o peça-me. É o estilo da autora. Esse pode ser lido sem ter lido os outros já que é uma duologia independente. Acho que a diferença dos dois é a carga dramática... aqui é uma leitura mais leve, umas pitadas de novela mexicana kkkkkk mas o estilo da escrita é parecido....

      Excluir
  13. Nunca li nada Megan mas esse parece ser bem legal... o chato realmente é ter continuação.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim... Não ter um fim é meio chato, mas o bom é que a continuação vem agora em março já....

      Excluir
  14. Finalmente um livro do gênero em que o protagonista masculino não é um ricão poderoso e dominador, e a feminina não é pura, santa, virginal e submissa. kkkkkk Só por isso, esse livro já merece minha atenção. E se tiver oportunidade, vou ler em breve.

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu ia responder seu comentário mas acabaria soltando um spoiler... mas a Yanira não tem nada de virginal e tem sangue quente nas veias.... Não aceita qualquer coisa e corre atrás do que quer e eu adoro isso!!!

      Excluir
  15. Não li ainda nada da autora. E talvez se realmente eu vier a ler algum livro dela,vou gostar provavelmente mais desse do que do Peça-me.
    Pelo que li na resenha esse é um romance com mais sentimentos. Prefiro assim!
    Se surgir uma oportunidade ainda vou lê-lo. :)

    ResponderExcluir
  16. Oi!
    Adorei essa capa, super bonita e deixa aquele suspense, porque parece que não revela nada do livro (ou revela? rs).
    Nunca li nada dessa autora, mas também não me atraiu muito...
    Muito legal você ter ganhado o autógrafo? É uma sensação única né? Hahaha.
    Beijo.
    Choque Literário

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não... a capa não revela nada e é linda!!!!
      E sim, é uma sensação única esses pequenos gestos que são gigantes no contexto geral e me deixaram super emocionada :)

      Excluir
  17. Sempre tive muito interesse em ler algo da Megan. Que sorte ter sido autografado =}. Dylan, pareceu um tanto chato. a quote 155 é bem legal, rs. Mas realmente tem isso, não são todos que curtem o gênero. Sempre tem algumas falhas mesmo em vários pontos. E que bom que tem mais livros. Quando se está acabando, os leitores ficam loucos.
    Abraços Lica,
    http://leituras-insanas.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  18. Amei a trilogia de Peça-me o que quiser, adorei conhecer mais sobre o Bjorn em Surpreenda-me, portanto adoro a Megan. Fiquei super curiosa com esse homem que se faz de difícil e essa mulher doida e corajosa, com certeza quero ler esse livro!

    ResponderExcluir
  19. Já li toda a serie Peça-me e amei, devorei todos os três em uma semana e até hoje eu ainda não me recuperei... ufa.
    Mas eu espero que esse livro seja tão bom quanto os outros, e eu acho que é sim, vc disse que ele tem uma aparencias... hehehehehe

    Abçs :)

    ResponderExcluir
  20. Eu não sei porque, mas acho que sou uma das poucas pessoas fã de sexsellers que não conseguiu ler Peça-me o que quiser, e olha que já tentei viu, não consegui gostar de jeito nenhum, a escrita da Megan é até legal, mas não curtir essa coisa de swing, eu sou possessiva e gosto de personagens possessivos que estamos acostumadas, não gosto dessa coisa de dividir. Então gostei de saber que nesse livro não tem esse compartilhamento todo, rsrsrs, quem saber esse eu consigo ler, se eu não conseguir, vou descobrir se o problema sou eu, a escrita da autora que não me agrada tanto, ou a coisa dos swings que não me deixou ler a outra trilogia.

    ResponderExcluir
  21. Oie
    Não leio livros hot, o máximo que chego perto são alguns new adults, mas fico curiosa com algumas resenhas que vejo. Li comentários tão diferentes sobre os livros dessa autora que não tem como não ficar curiosa sobre o que eu iria achar das histórias. Realmente é uma mudança que o mocinho não seja um grande empresário ou algo assim, quase todas as sinopses mostram o protagonista como milionário, empresário, etc...
    Bjs

    ResponderExcluir
  22. Oii Lica :D

    Acredita que não li nada da Megan Maxwell até hoje? E confesso que esse não seria um livro bom pra conhece-la porque de cara já não gostei!!
    Eu sempre gostei de romances hots, mas achei que esse ficou um pouco repetitivo, e eu desanimei .. E outra .. Swing? Sério? Realmente não é pra mim !!
    Bjs :*

    ResponderExcluir
  23. Comecei a ler Supreenda-me e ja gostei da escrita, ja quero todos os livros da MEgan, mas, como você disse, é para quem curte a leitura desse estilo.

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita, dê sua opinião, participe e volte sempre =^.^=

*** Comentários serão respondidos por aqui mesmo, através de comentário.

Acompanhe por E-mail

Facebook

Editoras Parceiras